Pesquisar este blog

domingo, 1 de novembro de 2009

Vídeos didáticos

Tipos de eclipse.
video

Vídeos didáticos

Movimento de Translação e Rotação da Terra.
video

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Vídeos didáticos

A explosão do Big-Bang
video

Fases da Lua
video

Solarn
video

Atividades

Trabalhando com tirinhas

Atividade para Produção de Texto sobre astronomia

sites:

www.cbpf.br/.../tirinhas/tirinhas.../astronomia/astronomia.php?...Recordset1Astronomia...Recordset1Astronomia

http://www.zenite.nu/

Referências de Cultura Digital

COMO UNIR CULTURA DIGITAL, ASTRONOMIA E LEITURA CRÍTICA DA MÍDIA EM ATIVIDADES ESCOLARES

A cultura digital é uma realidade no mundo contemporâneo.

A sociedade como um todo e o aluno em particular já tem acesso a esse mundo virtual quer em casa, em lan-house ou em quiosques públicos, como o “Acessa S. Paulo” ou Bibliotecas Públicas, ONG, Igrejas, e outros mais.

Os professores também têm assegurado esse acesso nos mesmos caminhos e pela “Intranet” (oficial do Estado).

O “gap” existente e que impacta no processo educacional é que em sala de aula o mundo digital ainda não chegou. Percebemos e convivemos com isso, que no ambiente de sala ainda estamos na pré-história digital. Os professores ainda lutam com giz e lousa, enquanto que os alunos têm a tira-colo os MPs (3, 4, 5, 6, 7, n2, de opções eletro-eletrônicos).

O grande desafio que se coloca hoje é confluir os acessos que todos temos na sala de aula.

Da forma em que a tecnologia está hoje colocada, à disposição da comunidade escolar, é praticamente semelhante a nada. Não é possível desenvolver aprendizado e muito menos obter feedback. Resta aos professores, uma luta muito grande, para superar “os equipamentos” que os alunos trazem para a sala de aula e que nada tem a ver com o pedagógico. Aí então, se junta o não pedagógico do aluno, com as deficiências tecnológicas do professor e da escola, o que gera resultados insatisfatórios para construção do conhecimento desse aluno.

Em relação à astronomia o mundo digital propicia àqueles que a buscam, uma infinidade de alternativas para se conhecer e viajar pelo universo.

É possível crer, já que isso acontece com os aficionados pela astronomia um novo imaginário, que por sua vez desencadeia criatividade, quando nos questionamentos filosóficos relativos às ciências e conceitos do tipo “de onde viemos” e “para onde vamos”, e enfim, a real posição do ser humano na escala de grandeza do universo.

Nesse sentido, na perspectiva da transversalidade, o estudo mais amiúde da astronomia, pode envolver o corpo docente da escola, construindo projetos únicos com o objetivo de garantir ganhos em aprendizado na medida em que o aluno faz uso do seu imaginário e possa construir conceitos aplicáveis não só nas disciplinas estudadas naquele momento como também como parte de sua vida social.

Observando as diferentes mídias à disposição do mundo educacional, percebemos muitas qualidades nos conteúdos, tecnologia... Porém, há restrições quanto ao acesso a elas em sala de aula.reforçando a idéia do “gap”, pois não há disponibilidade aos professores e alunos, em termos práticos de dia-a-dia, dessas mídias (TV Escola, outros do MEC, Redes e canais educativos, e outros... Assim, percebemos que há um longo caminho a ser percorrido. Exigir-se-á um esforço conjunto de toda a sociedade, especialmente da parcela envolvida com a educação para, que de forma consensual e democrática, buscar os meios e viabilizá-los.

Numa perspectiva prática, o aparelhamento técnico da escola no que se refere às mídias, exige um complexo de providências que vai desde a chegada à escola dos materiais e equipamentos, passando pela infra-estrutura física, estrutura de logística, até a super estrutura referente a apoio técnico com profissionais das diferentes áreas envolvidas, inclusive “help desk” ou algo semelhante a um “call Center”, permitindo a retaguarda necessária ao pleno funcionamento de todo o complexo instalado, por escola ou grupo regional de escola. Tudo isso para que os projetos estabelecidos possam ter continuidade. Hoje, 1 (um) computar da escola que necessite de assistência técnica, demora meses para ser consertado. Nesse ritmo, que demonstra o estado atual das coisas, nenhum projeto andará e a escola continuará em descrédito.

Portanto, unir cultura digital, astronomia e leitura crítica da mídia em atividades escolares, só será possível quando a escola for aparelhada de forma moderna e atualizável tecnologicamente.

Vera Helena Ferreira Pires

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Referências de Genética

sites:
-www.biologiabacana.blogspot.com
(google: biologiabacana)
-www.rived.mec.gov.br
-www.sbenbio.org.br
(Associação Brasileira de Ensino de Biologia: sbenbio)
-www.odnavaiaescola.com
-www.geneticanaescola.com.br
-www.sbg,org.br

Diário